A arquitetura futurista presente nos arranha-céus impressionantes ao redor do mundo!

Quem nunca imaginou como serão as cidades, edifícios e designs no futuro? A arquitetura futurista tenta justamente responder essas perguntas, criando residências e prédios monumentais que representam uma época futura, parecendo até terem saído de um filme.

Foto do One World Trade Center, de Nova Iorque, por Times Magazine

A arquitetura futurista surgiu no início do século XX, a partir do movimento artístico instituído pelo Filippo Tommaso, conhecido como futurismo italiano. Entretanto, as diretrizes do movimento foram mudando ao decorrer dos anos e existem diversas “fases” para a aplicação arquitetônica, seguidas entre pós Segunda Guerra Mundial e até os dias de hoje.

Uma das formas mais extraordinárias dessa arquitetura diferenciada, são os icônicos arranha-céus projetados em áreas estratégicas. Seja por sua altura, sua importância histórica ou sua arquitetura impressionista, esses edifícios extremamente altos se destacam no mundo do design e arquitetura, causando até uma competição mundial – devido ao poder financeiro e cultural.

Desde a sua origem, os arranha-céus sempre despertaram admiração, interesse e curiosidade nas pessoas. Tornando-se até um ponto turístico em alguns países devido a sua grandiosidade arquitetônica, por isso separamos os mais futuristas e formidáveis edifícios que desafiaram a gravidade ao serem projetados e que vale a pena conhecer. Confira:

Burj Khalifa | Dubai, Emirados Árabes Unidos

Foto por Guia da Semana

Desde sua construção, em 2010, o edifício Burj Khalifa, se mantém no posto de arranha-céu mais alto do mundo. O prédio faz parte de um complexo comercial e residencial de dois quilômetros quadrados de área chamado “Downtown Burj Dubai”, localizado ao lado das duas principais avenidas da cidade de Dubai, com mais de 160 andares e 828 metros de altura. Projetado pelo arquiteto Adrian Smith, que trabalhou com a Skidmore, Owings and Merrill (SOM) até 2006, e construído pelas equipes Samsung Engineering & Construction, a Besix e a Arabtec. Um fato interessante é que podemos avistar a torre em diversas partes da cidade de Dubai, sendo considerado até como um grande ponto central da cidade!

Shanghai Tower | Xangai, China

Fotos do Shutterstock, por Guia da Semana

Considerado o segundo arranha-céu mais alto do mundo, tendo 632 metros de altura, a Shanghai Tower fica localizada no distrito financeiro de Xangai, na República Popular da China. Inaugurado em 2015, o conjunto de três edifícios, tendo como principal torre a Shanghai que foi planejada pela equipe de arquitetura Gensler, inovando no design ao projetar estruturas cilíndricas no exterior do arranha-céu, empilhados em camadas. O desenho da fachada de vidro é descrito para ser capaz de reduzir as cargas de vento sobre o edifício em 24%, mostrando que por trás de um bom design sempre existe muito planejamento e estrutura!

Abraj Al Bait | Meca, Arábia Saudita

Foto por Wikipédia

Esse curioso complexo empresarial, construído em 2012, se difere pela sua estrutura com 7 torres agrupadas em um único edifício, sendo assinado pelas equipes Dar Al-Handasah Architects e Saudi Binladin Group. Seu vistoso arranha-céu com o relógio, também conhecido como Mecca Royal Clock Tower, é uma das maiores torres do mundo batendo 601 metros de altura. Essa construção monumental detém variados recordes, como: O mais alto hotel do mundo, a torre de relógio mais alta do mundo, o maior mostrador de relógio do mundo (batendo o Big Bem em Londres), a maior área coberta de um edifício, e o terceiro arranha-céu mais alto do mundo. Outro detalhe interessante é que a Abraj Al Bait fica a poucos metros do local mais sagrados de Meca, a Grande Mesquita de Mecca.

Green Spine | Melbourne, Austrália

Foto por Archdaily

O Green Spine foi projetado como uma edificação de uso misto de ponta, centrado na inovação em arquitetura e design, buscando a revitalização do Distrito de Southbank, em Melbourne. A visão dos escritórios UNStudio e Cox Arquitecture incluíam o aproveitamento dos 6.000 metros quadrados do terreno, com duas torres de geometrias torcidas com fachadas de vidro e terraços verdes, mesclando o design verde para as funções comerciais, hoteleiras, residenciais, culturais e públicas desenvolvidas por especialistas em propriedades e negócios, em conjunto com o grupo Beulah International. Sendo reconhecido como o maior arranha-céu da Austrália. Incrível, não?

Lotte World Tower | Seul, Coréia do Sul

Foto por KPF

O arranha céu de 123 andares, com 555 metros de altura, conhecido como Lotte World Tower é oficialmente a quinta torre mais alta do mundo. Executada pelo escritório Kohn Pedersen Fox Associates (KPF), a torre se baseia nas formas de cerâmica e caligrafia tradicionais coreanas, que se erguem em um perfil liso e cônico que contrasta com a topografia montanhosa da cidade. No interior, o prédio abriga luxuosos hotéis de Seul, um “officetel” e espaços para negócios e comércios da região. Após sua construção final, o arranha-céu se tornou o maior edifício da península coreana, um título que anteriormente era detido pelo Ryugyong Hotel em Pyongyang, na Coreia do Norte.

Depois de apreciar variados edifícios luxuosos e renomados ao redor do mundo, que tal vislumbrar empreendimentos de alto padrão e com projetos arquitetônicos exuberantes? Explore as oportunidades MBRAS e surpreenda-se com a qualidade de vida que você pode ter!

É tempo para arte em SP: MASP reúne grandes artistas brasileiras até o final do mês de Julho!

O Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, conhecido como MASP, abre as portas para as exposições Tarsila Popular e Lina Bo Bardi: Habitat, revelando a relação das produções artísticas das obras da pintora e arquiteta, respectivamente, com o mundo.

Foto do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand

A proposta da exibição Tarsila Popular é trazer as obras com destaques amplos da vida da Tarsila do Amaral (1889-1973), reunindo cerca de 120 trabalhos da artista, sendo mais de 50 pinturas. Entre as atrações, estão as icônicas obras Abaporu (1928), Antropofagia (1929) e Operários (1955), algumas das mais populares obras da Tarsila. Entre seções, a exposição apresenta temas nus, viagens e manifestações religiosas, todas ligadas ao universo ‘popular’ como tema central.  
A mostra além de prestigiar a afamada artista, marca o retorno das obras da autora à São Paulo depois de percorrer diversos museus entre Nova Iorque e Chicago, nos Estados Unidos, no decorrer dos anos 2017-2018.

Autorretrato por Tarsila do Amaral (1923)

Já a exposição da Lina Bo Bardi destaca a simplicidade, clareza e bom convívio, que são apresentados como as principais características das obras e projetos arquitetônicos da grande arquiteta – que é reconhecida como uma das mais renomadas arquitetas brasileiras até os dias de hoje.
A artista ítalo-brasileira recebe uma mostra dividida em três capítulos: “O Habitat de Lina Bo Bardi”, “Repensando o museu” e “Da Casa de Vidro à Cabana”, que chamam a atenção dos visitantes pelo estilo moderno e preocupação com o entorno presente nos seus projetos conceitos. Suas produções refletem a amplitude de seus pensamentos definidos como “arquitetura ambiental” – onde, segunda a própria Lina, expõem a relação do contexto da obra com os entornos tropicais do Brasil.

Casa de Vidro (projeto Lina Bo Bardi 1949-51)
Operários (1933)

Ambas mostras foram inauguradas simultaneamente a partir de abril e estarão expostas até esse final de semana, no dia 28 de julho. Por isso nossa sugestão para aproveitar esse final de semana em família, será aproveitar o MASP com muita cultura, inspirações e design! Para saber mais acesse aqui.

Estudo preliminar – esculturas praticáveis do Belvedere Museu de Arte Trianon por Lina Bo Bardi

Aproveite para explorar imóveis MBRAS disponíveis no bairro Jardim Paulista: clique aqui.

Consolação: o bairro mais mutável de São Paulo

Considerado um dos bairros mais históricos e tradicionais de São Paulo, a Consolação inspira cultura e muito lazer aos redores de suas ruas e avenidas movimentadas.

Foto por Arquidiocese de São Paulo

Localizado na região central da cidade, o bairro tornou-se um dos mais importantes para São Paulo devido à sua história. O desenvolvimento se deve a rua que originou o seu nome, a atual Rua da Consolação, que anteriormente era conhecida como Caminho de Sorocaba, sendo a principal via de acesso ao eixo SP-Sorocaba. Mas, mesmo sendo um dos principais caminhos para a capital, o bairro tomou forma após a construção da Igreja de Nossa Senhora da Consolação, em meados de 1798, com a população de fiéis a sua volta.

Mais que um monumento histórico, o bairro da Consolação é uma das regiões mais completas da capital, apresentando versatilidade e concentrando cultura, mobilidade e até espaços comerciais em seus m², sendo um ótimo ponto para pessoas de diversos perfis. Dessa forma, vamos destacar os diferenciais de residir nesse bairro esplendido:

INFRAESTRUTURA E SERVIÇOS DE QUALIDADE

Foto por Jornal Folha de São Paulo

O movimentado bairro da Consolação reúne uma admirável infraestrutura, com serviços comerciais renomados e de qualidade em suas ruas e avenidas. Esbanjando uma variedade grande em quesitos comerciais, como lojas, shoppings e galerias, mas oferece um ótimo suporte básico com diversos supermercados, padarias, farmácias e até hospitais e consultórios à disposição.
Um forte ponto para o bairro é a qualidade de ensino da região, que apresenta escolas renomadas em suas proximidades, como o Colégio Mackenzie, Colégio Anglo, Colégio São Luís e diversos cursos extracurriculares, entre línguas estrangeiras, musicais e de ensino à distância.

MOBILIDADE

Foto por Trip Advisor

Por ser uma região central, o fácil acesso à variadas vias da capital paulistana são um dos principais atrativos para o bairro da Consolação, contando com a conexão das ruas e avenidas Paulista, Dr. Arnaldo, Rebouças, Angélica, 9 de julho, Oscar Freire, Consolação e outras.
Além da mobilidade automotiva, o bairro também possui inúmeras linhas de ônibus e metrô à sua disposição, conectando todos os pontos da cidade. Entre as principais estações, podemos destacar: Metrô Consolação (linha verde), Paulista (linha amarela) e Higienópolis-Mackenzie (linha amarela).

CULTURA E LAZER EM MEIO ÀS RUAS DO BAIRRO

Foto via Cidade de São Paulo, tirada por José Cordeiro.

O bairro da Consolação é bastante diverso, cheio de atrações para todos os estilos artísticos, sendo um excelente local para qualquer apreciador. Entre os seus principais pontos, temos os museus MASP e Casa das Rosas, os parques Mario Covas e Buenos Aires, os shoppings Higienópolis e Frei Caneca, a biblioteca Mário de Andrade, os teatros Teatro Frei Caneca e  Teatro do Ator, as praças Praça do Ciclista e Praça Roosevelt e muito mais, o que não falta é lazer artístico pelas ruas da Consolação!

GASTRONOMIA

Foto por Veja São Paulo

As áreas residenciais e comerciais dividem espaço com uma agitada vida cultural e também noturna da região, principalmente a crescente Rua Augusta. Com diferentes bares, baladas, teatros e restaurantes reconhecidos, entre eles Restaurante La Frontera, Famiglia Mancini, Tappo Trattoria, Jiquitaia, Sujinho, Restaurante Spot, Bar e Lanches Estadão e mais.

Aproveite para se deliciar com esse bairro tradicional paulistano e encontre o seu imóvel ideal aos redores da Consolação!