106 Seridó: o endereço mais cobiçado de São Paulo

106 Seridó: o endereço mais cobiçado de São Paulo

Um dos condomínios mais cobiçados de São Paulo, o 106 Seridó se destaca por oferecer um estilo de vida espetacular.  

Ele foi desenvolvido pela construtora São José, reconhecida no setor de construção civil pela excelência de seus empreendimentos. Com projetos elegantes e de qualidade que privilegiam a localização, segurança, arquitetura e acabamento.

O 106 Seridó oferece um estilo de vida de alto padrão, com uma estrutura de lazer completa, que ocupa mais de 13.000 m2, o edifício oferece um Spa Exclusivo, conhecido como Seridó Health Club, com Sala de Massagem, Hidromassagem, Saunas, Pilates, Fitness Center, 2 Piscinas Tratadas com Ozônio, Quadra de Tênis de Saibro, e muito mais.

Suas duas torres imponentes, chamam a atenção, e entregam uma vista maravilhosa do skyline de São Paulo.  Os apartamentos que ficam nas alas Jacarandá e Buriti têm vista Marginal e Jockey Club; já os nas alas Aroeira e Sequóia oferecem a vista da cidade de São Paulo.

Os apartamentos do Seridó possuem ambientes espaçosos e bem distribuídos. As unidades vão de 405 m2 a 501m2.

Esse prédio icônico e reconhecido em São Paulo, foi entregue em 2007 com projeto arquitetônico de Willian Simonato, decoração por Bick & Simonato, e paisagismo por Gilberto Elkis.

A MBRAS possui diversas opções de apartamentos incríveis no Seridó. Converse com um dos nossos consultores e encontre o melhor para você e sua família.

Imóvel com vista para Central Park é vendido por U$ 95 milhões!

O investidor bilionário Daniel Och é o comprador de um dos apartamentos mais caros já vendidos na cidade de Nova Iorque, segundo o The Wall Street Journal. O endereço da nova cobertura é um dos mais exclusivos de Manhattan, de frente para o Central Park, no edifício desenhado pelo famoso arquiteto americano Robert M. Stern em um dos terrenos mais caros de NY. Caracterizada pela torre com 70 andares, sendo 116 unidades, um dos prédios mais altos da cidade.

Och pagou, aproximadamente, US $ 95 milhões pela unidade da cobertura. O imóvel é composto por 910 metros quadrados e conta com uma maravilhosa vista para o Central Park. Confira:

Além da cobertura, Daniel também adquiriu uma unidade menor no andar inferior do edifício, pois planeja usar o apartamento ocasionalmente.

Segundo a entrevista realizada para o The Wall Street Journal, Och pretende usufruir do apê de 4 quartos com suítes e 9.800 m² como um pied-à-terre, um termo francês usado para descrever um apartamento usado principalmente nos fins de semana ou em curtos períodos férias, algo como uma casa de veraneio.

Afinal, o investidor mudou recentemente para a Flórida, já que os impostos estão mais favoráveis no estado nessa época do ano – em torno de 0,98%, contra 1,68% em Nova York.

Nas áreas comuns do edifício localizado no 220 Central Park South, há salas de jantar privativas, um clube de atletismo, lanchonete, biblioteca, quadra de basquete, além de um simulador de golfe e uma adega particular. Um verdadeiro paraíso para os nova-iorquinos!

Enquanto explora esse maravilhoso imóvel, aproveite para conhecer nossas oportunidades disponíveis nos melhores bairros de São Paulo e agende sua visita com nossos consultores MBRAS!

É OFICIAL: Arranha-céu mais alto de Pequim foi inaugurado!

A construção dos edifícios mais altos do mundo, de forma geral, estão relacionadas à tecnologia, economia, demanda por espaço e regras do ‘Plano Diretor de Construção’ de cada cidade. Isso destaca o porquê os empreendimentos renomados que levam esses títulos se concentram em cidades onde a economia é mais dinâmica e buscam constantemente por inovação, tais como: Nova York, Xangai, Dubai, Taipei e Pequim.

Em uma sequência de empreendimentos grandiosos, Pequim tem se destacado nessa lista e recentemente nos apresentou o maior terminal de aeroporto do mundo e sua mais nova inauguração: a conhecida Torre CITIC, com 528 metros, sendo classificada como o maior arranha-céu da capital chinesa.

Projetada pelo escritório Kohn Pedersen Fox Associates (KPF), equipe já conhecida por seus edifícios extremamente altos e futuristas, surpreende novamente com uma arquitetura inovadora e culturalmente apropriada, inspirando-se no “zun”. Zun é um vaso típico e tradicional chinês originário na Idade do Bronze, sendo marcado pela silhueta imponente e curva – duas características fortes no edifício.

O design da torre, adequado para a maior zona sísmica da China, é ressaltado em relação aos demais projetos no ambiente, encontrando o terreno com maestria e refinamento. O empreendimento conta com a criação de uma planta quadrada com cantos arredondados e curvilíneos, dando esse nuance magnífico na cobertura e no início da estrutura.

Com 109 andares, o projeto que ficou conhecido como o 8º prédio mais alto do mundo, é situado no bairro central de Pequim e exibe sua construção diferenciada, simulando algo como uma cintura ao se estreitar entre a base e topo. Com uma base de 78 metros de largura, o edifício se estreita para 54 metros de largura e segue aumentando para 64 metros novamente.

“Imaginando a torre mais alta da cidade como uma representação de sua história e pessoas, abordamos o prédio como uma entidade pública em nosso projeto, […] A parede cortina, uma camada leve e delicada, se dobra na base e sinaliza as várias entradas do edifício. Ele parece flutuar acima do plano do solo, evocando a escala e a atividade humana que ocorrem em sua base e, finalmente, promove o envolvimento do público com a arquitetura e o bairro como um todo. Essa sincronia entre torre e paisagem, associada à sua forma simples e escultural, define a Torre CITIC. – Robert Whitlock, esclarece Robert Whitlock, diretor de projeto da construtora KPF. 

Sobre os desafios do projeto, o objetivo para a torre era criar uma peça central para o novo CBD (parte norte de Pequim com a concentração de variados centros comerciais), e que suscitasse harmonia traduzindo a tradição chinesa. Acreditamos que os desafios foram exaltados e muito bem executados nesse projeto realizado pela equipe KPF, traduzindo mais um imóvel de luxo para nos inspirarmos.

Quer continuar explorando mais estruturas estimulantes e grandiosas? Visite nosso site e confira nossas oportunidades MBRAS!  

A arquitetura futurista presente nos arranha-céus impressionantes ao redor do mundo!

Quem nunca imaginou como serão as cidades, edifícios e designs no futuro? A arquitetura futurista tenta justamente responder essas perguntas, criando residências e prédios monumentais que representam uma época futura, parecendo até terem saído de um filme.

Foto do One World Trade Center, de Nova Iorque, por Times Magazine

A arquitetura futurista surgiu no início do século XX, a partir do movimento artístico instituído pelo Filippo Tommaso, conhecido como futurismo italiano. Entretanto, as diretrizes do movimento foram mudando ao decorrer dos anos e existem diversas “fases” para a aplicação arquitetônica, seguidas entre pós Segunda Guerra Mundial e até os dias de hoje.

Uma das formas mais extraordinárias dessa arquitetura diferenciada, são os icônicos arranha-céus projetados em áreas estratégicas. Seja por sua altura, sua importância histórica ou sua arquitetura impressionista, esses edifícios extremamente altos se destacam no mundo do design e arquitetura, causando até uma competição mundial – devido ao poder financeiro e cultural.

Desde a sua origem, os arranha-céus sempre despertaram admiração, interesse e curiosidade nas pessoas. Tornando-se até um ponto turístico em alguns países devido a sua grandiosidade arquitetônica, por isso separamos os mais futuristas e formidáveis edifícios que desafiaram a gravidade ao serem projetados e que vale a pena conhecer. Confira:

Burj Khalifa | Dubai, Emirados Árabes Unidos

Foto por Guia da Semana

Desde sua construção, em 2010, o edifício Burj Khalifa, se mantém no posto de arranha-céu mais alto do mundo. O prédio faz parte de um complexo comercial e residencial de dois quilômetros quadrados de área chamado “Downtown Burj Dubai”, localizado ao lado das duas principais avenidas da cidade de Dubai, com mais de 160 andares e 828 metros de altura. Projetado pelo arquiteto Adrian Smith, que trabalhou com a Skidmore, Owings and Merrill (SOM) até 2006, e construído pelas equipes Samsung Engineering & Construction, a Besix e a Arabtec. Um fato interessante é que podemos avistar a torre em diversas partes da cidade de Dubai, sendo considerado até como um grande ponto central da cidade!

Shanghai Tower | Xangai, China

Fotos do Shutterstock, por Guia da Semana

Considerado o segundo arranha-céu mais alto do mundo, tendo 632 metros de altura, a Shanghai Tower fica localizada no distrito financeiro de Xangai, na República Popular da China. Inaugurado em 2015, o conjunto de três edifícios, tendo como principal torre a Shanghai que foi planejada pela equipe de arquitetura Gensler, inovando no design ao projetar estruturas cilíndricas no exterior do arranha-céu, empilhados em camadas. O desenho da fachada de vidro é descrito para ser capaz de reduzir as cargas de vento sobre o edifício em 24%, mostrando que por trás de um bom design sempre existe muito planejamento e estrutura!

Abraj Al Bait | Meca, Arábia Saudita

Foto por Wikipédia

Esse curioso complexo empresarial, construído em 2012, se difere pela sua estrutura com 7 torres agrupadas em um único edifício, sendo assinado pelas equipes Dar Al-Handasah Architects e Saudi Binladin Group. Seu vistoso arranha-céu com o relógio, também conhecido como Mecca Royal Clock Tower, é uma das maiores torres do mundo batendo 601 metros de altura. Essa construção monumental detém variados recordes, como: O mais alto hotel do mundo, a torre de relógio mais alta do mundo, o maior mostrador de relógio do mundo (batendo o Big Bem em Londres), a maior área coberta de um edifício, e o terceiro arranha-céu mais alto do mundo. Outro detalhe interessante é que a Abraj Al Bait fica a poucos metros do local mais sagrados de Meca, a Grande Mesquita de Mecca.

Green Spine | Melbourne, Austrália

Foto por Archdaily

O Green Spine foi projetado como uma edificação de uso misto de ponta, centrado na inovação em arquitetura e design, buscando a revitalização do Distrito de Southbank, em Melbourne. A visão dos escritórios UNStudio e Cox Arquitecture incluíam o aproveitamento dos 6.000 metros quadrados do terreno, com duas torres de geometrias torcidas com fachadas de vidro e terraços verdes, mesclando o design verde para as funções comerciais, hoteleiras, residenciais, culturais e públicas desenvolvidas por especialistas em propriedades e negócios, em conjunto com o grupo Beulah International. Sendo reconhecido como o maior arranha-céu da Austrália. Incrível, não?

Lotte World Tower | Seul, Coréia do Sul

Foto por KPF

O arranha céu de 123 andares, com 555 metros de altura, conhecido como Lotte World Tower é oficialmente a quinta torre mais alta do mundo. Executada pelo escritório Kohn Pedersen Fox Associates (KPF), a torre se baseia nas formas de cerâmica e caligrafia tradicionais coreanas, que se erguem em um perfil liso e cônico que contrasta com a topografia montanhosa da cidade. No interior, o prédio abriga luxuosos hotéis de Seul, um “officetel” e espaços para negócios e comércios da região. Após sua construção final, o arranha-céu se tornou o maior edifício da península coreana, um título que anteriormente era detido pelo Ryugyong Hotel em Pyongyang, na Coreia do Norte.

Depois de apreciar variados edifícios luxuosos e renomados ao redor do mundo, que tal vislumbrar empreendimentos de alto padrão e com projetos arquitetônicos exuberantes? Explore as oportunidades MBRAS e surpreenda-se com a qualidade de vida que você pode ter!