É OFICIAL: Arranha-céu mais alto de Pequim foi inaugurado!

A construção dos edifícios mais altos do mundo, de forma geral, estão relacionadas à tecnologia, economia, demanda por espaço e regras do ‘Plano Diretor de Construção’ de cada cidade. Isso destaca o porquê os empreendimentos renomados que levam esses títulos se concentram em cidades onde a economia é mais dinâmica e buscam constantemente por inovação, tais como: Nova York, Xangai, Dubai, Taipei e Pequim.

Em uma sequência de empreendimentos grandiosos, Pequim tem se destacado nessa lista e recentemente nos apresentou o maior terminal de aeroporto do mundo e sua mais nova inauguração: a conhecida Torre CITIC, com 528 metros, sendo classificada como o maior arranha-céu da capital chinesa.

Projetada pelo escritório Kohn Pedersen Fox Associates (KPF), equipe já conhecida por seus edifícios extremamente altos e futuristas, surpreende novamente com uma arquitetura inovadora e culturalmente apropriada, inspirando-se no “zun”. Zun é um vaso típico e tradicional chinês originário na Idade do Bronze, sendo marcado pela silhueta imponente e curva – duas características fortes no edifício.

O design da torre, adequado para a maior zona sísmica da China, é ressaltado em relação aos demais projetos no ambiente, encontrando o terreno com maestria e refinamento. O empreendimento conta com a criação de uma planta quadrada com cantos arredondados e curvilíneos, dando esse nuance magnífico na cobertura e no início da estrutura.

Com 109 andares, o projeto que ficou conhecido como o 8º prédio mais alto do mundo, é situado no bairro central de Pequim e exibe sua construção diferenciada, simulando algo como uma cintura ao se estreitar entre a base e topo. Com uma base de 78 metros de largura, o edifício se estreita para 54 metros de largura e segue aumentando para 64 metros novamente.

“Imaginando a torre mais alta da cidade como uma representação de sua história e pessoas, abordamos o prédio como uma entidade pública em nosso projeto, […] A parede cortina, uma camada leve e delicada, se dobra na base e sinaliza as várias entradas do edifício. Ele parece flutuar acima do plano do solo, evocando a escala e a atividade humana que ocorrem em sua base e, finalmente, promove o envolvimento do público com a arquitetura e o bairro como um todo. Essa sincronia entre torre e paisagem, associada à sua forma simples e escultural, define a Torre CITIC. – Robert Whitlock, esclarece Robert Whitlock, diretor de projeto da construtora KPF. 

Sobre os desafios do projeto, o objetivo para a torre era criar uma peça central para o novo CBD (parte norte de Pequim com a concentração de variados centros comerciais), e que suscitasse harmonia traduzindo a tradição chinesa. Acreditamos que os desafios foram exaltados e muito bem executados nesse projeto realizado pela equipe KPF, traduzindo mais um imóvel de luxo para nos inspirarmos.

Quer continuar explorando mais estruturas estimulantes e grandiosas? Visite nosso site e confira nossas oportunidades MBRAS!  

A arquitetura futurista presente nos arranha-céus impressionantes ao redor do mundo!

Quem nunca imaginou como serão as cidades, edifícios e designs no futuro? A arquitetura futurista tenta justamente responder essas perguntas, criando residências e prédios monumentais que representam uma época futura, parecendo até terem saído de um filme.

Foto do One World Trade Center, de Nova Iorque, por Times Magazine

A arquitetura futurista surgiu no início do século XX, a partir do movimento artístico instituído pelo Filippo Tommaso, conhecido como futurismo italiano. Entretanto, as diretrizes do movimento foram mudando ao decorrer dos anos e existem diversas “fases” para a aplicação arquitetônica, seguidas entre pós Segunda Guerra Mundial e até os dias de hoje.

Uma das formas mais extraordinárias dessa arquitetura diferenciada, são os icônicos arranha-céus projetados em áreas estratégicas. Seja por sua altura, sua importância histórica ou sua arquitetura impressionista, esses edifícios extremamente altos se destacam no mundo do design e arquitetura, causando até uma competição mundial – devido ao poder financeiro e cultural.

Desde a sua origem, os arranha-céus sempre despertaram admiração, interesse e curiosidade nas pessoas. Tornando-se até um ponto turístico em alguns países devido a sua grandiosidade arquitetônica, por isso separamos os mais futuristas e formidáveis edifícios que desafiaram a gravidade ao serem projetados e que vale a pena conhecer. Confira:

Burj Khalifa | Dubai, Emirados Árabes Unidos

Foto por Guia da Semana

Desde sua construção, em 2010, o edifício Burj Khalifa, se mantém no posto de arranha-céu mais alto do mundo. O prédio faz parte de um complexo comercial e residencial de dois quilômetros quadrados de área chamado “Downtown Burj Dubai”, localizado ao lado das duas principais avenidas da cidade de Dubai, com mais de 160 andares e 828 metros de altura. Projetado pelo arquiteto Adrian Smith, que trabalhou com a Skidmore, Owings and Merrill (SOM) até 2006, e construído pelas equipes Samsung Engineering & Construction, a Besix e a Arabtec. Um fato interessante é que podemos avistar a torre em diversas partes da cidade de Dubai, sendo considerado até como um grande ponto central da cidade!

Shanghai Tower | Xangai, China

Fotos do Shutterstock, por Guia da Semana

Considerado o segundo arranha-céu mais alto do mundo, tendo 632 metros de altura, a Shanghai Tower fica localizada no distrito financeiro de Xangai, na República Popular da China. Inaugurado em 2015, o conjunto de três edifícios, tendo como principal torre a Shanghai que foi planejada pela equipe de arquitetura Gensler, inovando no design ao projetar estruturas cilíndricas no exterior do arranha-céu, empilhados em camadas. O desenho da fachada de vidro é descrito para ser capaz de reduzir as cargas de vento sobre o edifício em 24%, mostrando que por trás de um bom design sempre existe muito planejamento e estrutura!

Abraj Al Bait | Meca, Arábia Saudita

Foto por Wikipédia

Esse curioso complexo empresarial, construído em 2012, se difere pela sua estrutura com 7 torres agrupadas em um único edifício, sendo assinado pelas equipes Dar Al-Handasah Architects e Saudi Binladin Group. Seu vistoso arranha-céu com o relógio, também conhecido como Mecca Royal Clock Tower, é uma das maiores torres do mundo batendo 601 metros de altura. Essa construção monumental detém variados recordes, como: O mais alto hotel do mundo, a torre de relógio mais alta do mundo, o maior mostrador de relógio do mundo (batendo o Big Bem em Londres), a maior área coberta de um edifício, e o terceiro arranha-céu mais alto do mundo. Outro detalhe interessante é que a Abraj Al Bait fica a poucos metros do local mais sagrados de Meca, a Grande Mesquita de Mecca.

Green Spine | Melbourne, Austrália

Foto por Archdaily

O Green Spine foi projetado como uma edificação de uso misto de ponta, centrado na inovação em arquitetura e design, buscando a revitalização do Distrito de Southbank, em Melbourne. A visão dos escritórios UNStudio e Cox Arquitecture incluíam o aproveitamento dos 6.000 metros quadrados do terreno, com duas torres de geometrias torcidas com fachadas de vidro e terraços verdes, mesclando o design verde para as funções comerciais, hoteleiras, residenciais, culturais e públicas desenvolvidas por especialistas em propriedades e negócios, em conjunto com o grupo Beulah International. Sendo reconhecido como o maior arranha-céu da Austrália. Incrível, não?

Lotte World Tower | Seul, Coréia do Sul

Foto por KPF

O arranha céu de 123 andares, com 555 metros de altura, conhecido como Lotte World Tower é oficialmente a quinta torre mais alta do mundo. Executada pelo escritório Kohn Pedersen Fox Associates (KPF), a torre se baseia nas formas de cerâmica e caligrafia tradicionais coreanas, que se erguem em um perfil liso e cônico que contrasta com a topografia montanhosa da cidade. No interior, o prédio abriga luxuosos hotéis de Seul, um “officetel” e espaços para negócios e comércios da região. Após sua construção final, o arranha-céu se tornou o maior edifício da península coreana, um título que anteriormente era detido pelo Ryugyong Hotel em Pyongyang, na Coreia do Norte.

Depois de apreciar variados edifícios luxuosos e renomados ao redor do mundo, que tal vislumbrar empreendimentos de alto padrão e com projetos arquitetônicos exuberantes? Explore as oportunidades MBRAS e surpreenda-se com a qualidade de vida que você pode ter!