FGV inicia estudo para substituir IGP-M em contratos de aluguel

Investimento - 19 de abril de 2021


De acordo com fontes internas, a Fundação Getulio Vargas (FGV) está estudando um novo indicador em substituição do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) na base de cálculo dos contratos de aluguel no Brasil.

Mesmo com a pandemia de COVID-19 e em meio a desvalorização cambial, o IGP-M deu um salto e já acumula 31,12% em 12 meses concluídos em março. Economistas e especialistas são categóricos em dizer que a expectativa é que, no mínimo, o índice volte para a marca de 23% no fechamento de 2020.

O reajuste do aluguel nunca esteve tão descolado do IGPM. Um levantamento realizado a pedido do InfoMoney mostra que o hiato entre um e outro chegou a 23,4%. Esse novo índice que está em desenvolvimento pela FGV deve trabalhar com uma taxa mais real e segura para o proprietário e também o locatário.


Deixe um comentário


© 2015 MBRAS Soluções Imobiliárias - Creci 23.907-J - Todos os Direitos Reservados.